Você esta em

Notícias

ABERTURA DE NOVAS FACULDADES DE ODONTOLOGIA GANHA FÓRUM DE DEBATES

A proposta do CRO/RS de construir um Fórum de Debates para discutir o impacto negativo da abertura de novas faculdades de Odontologia foi avaliada durante reunião, ocorrida na sede da Autarquia em Porto Alegre, entre os diretores dos cursos de Odontologia, Susana Werner (UFRGS); Alexandre Bahlis (PUCRS); o presidente do Conselho, Nelson Freitas Eguia; e a conselheira Daniela Meira.

Consenso é, entre as instituições de ensino, o entendimento de que a criação de novos cursos promove um aviltamento profissional.
“Projeções não são otimistas em termos de mercado, isto é, o crescente número de egressos não encontrará guarida em termos trabalho e a sociedade não será beneficiada em termos de atendimento”, ressalta Nelson Freitas Eguia.

No entendimento do presidente, o que a sociedade necessita é a ampliação de programas de atenção à saúde.

O Conselho que, realizando reuniões com instituições de ensino superior, promoverá um fórum para alertar entidades de classe, agentes públicos e profissionais sobre os impactos da ampliação do número de CDs.

O Brasil concentra 20% dos cirurgiões-dentista de todo o mundo. Anualmente 11.000 novos CDs concluem a faculdade, mas nem todos conquistam espaço no mercado de trabalho.

Compartilhe!

Receba nossa Newsletter cadastre-se.