Você esta em

Notícias

ASA BRANCA: POSTOS DE SAÚDE DE CACHOEIRINHA CORREM RISCO DE INTERDIÇÃO

O CRO/RS definiu a data de 17 de abril para que ocorra reunião institucional entre o presidente da Autarquia, Nelson Freitas Eguia, e o prefeito Miki Breier, para tratar sobre irregularidades encontradas nos postos de saúde de Cachoeirinha, durante operação Asa Branca.

Participaram da reunião ocorrida na sede do Conselho, a presidente da Comissão de Fiscalização do CRO/RS, Daniela Meira; membro da Comissão, Júlio César Sanfelice; e o coordenador de Saúde Bucal de Cachoeirinha, Marcelo dos Santos Ferla. A Procuradoria Jurídica do Conselho acompanhou o encontro.

Completados já dois anos da ação da Fiscalização deflagrada na Região, o Conselho ainda não obteve retorno sobre o cumprimento das melhorias exigidas para garantir a segurança profissional dos cirurgiões-dentistas que atuam nas unidades de saúde. Além de problemas estruturais que infringem as normas de biossegurança da Vigilância Sanitária, os locais não possuem responsável técnico cadastrado junto ao Conselho.

Ferla se responsabilizou em protocolar a ata da reunião junto ao gabinete do prefeito. Caso não ocorra a reunião como previsto no documento, o Conselho deverá proceder com a interdição das unidades.

“Não podemos tolerar que sejam ignorados os riscos que esses locais trazem aos profissionais e aos pacientes que contribuem e dependem do SUS para ter acesso ao atendimento odontológico”, ressalta Daniela.

Agravante à situação dos postos, as condições de trabalho dos CDs e equipe tem sido complicada devido à greve dos municipários, que já dura mais de 30 dias. Apenas 30% do efetivo da saúde está prestando atendimento à população.

Compartilhe!

Receba nossa Newsletter cadastre-se.